Demorei para perceber, você não era para mim!

15:02

Obrigada por me fazer sofrer tanto. Foi através de todas as lágrimas que derramei, que aprendi a me tornar ainda mais forte e confiante. Foi através de todas as costas que você me deu, que aprendi a caminhar com as minhas próprias pernas. Foi através de todos os ‘’nãos’’ que você me deu, que fui em busca do ‘’sim’’ que eu tanto precisava para ser feliz de novo. Foi através das suas grosserias todas, que entendi que precisava do meu lado alguém que me respeitasse e me fizesse ficar porque eu queria, e não por obrigação de apenas estar de corpo presente a mente em outro lugar.

Obrigada por todas as vezes que ignorou minhas ligações, que visualizou e não respondeu minhas mensagens, por me dispensar quando eu mais precisava dos seus cuidados, por não fazer por mim o que eu sempre fui capaz de fazer por fazer. Eu não te culpo apenas por termos chegado a essa situação. Foi cômodo demais para mim achar que era coisa da minha cabeça, e que você fosse capaz de mudar.

Agradeço por ter me trocado por um momento de diversão, por achar que eu não seria uma boa companhia, que eu iria te privar de curtir aquela festa irada com seus amigos. Agradeço por achar que eu poderia te mudar, quando na verdade, a única mudança que eu fui era me deslocar da minha casa, para a sua no meio da noite, enquanto poderia ser útil e estepe para os seus momentos vazios e de carência aflorada.

Agradeço por não me apresentar para as pessoas que você tanto ama, por fingir que nunca tivemos nada, por me tratar indiferente quanto eu não mais te servia naquela determinada ocasião. Agradeço por reforçar minha vergonha na cara, meu amor próprio, minha vontade de te mandar para o raio que o parta e seguir minha vida sem olhar para trás.

Agradeço por ir me afastando de você pouco a pouco, por me mostrar que eu merecia mais que essa migalha toda que você fazia questão de me oferecer. Obrigada por mentir para mim, por me fazer acreditar que eu era a única em sua vida, enquanto na verdade, eu era uma entre tantas outras que você despertou interesse e cuspiu um ‘’amo você’’ decorado, apenas para ter algo amais, reforçando sua lista de ‘’pego, mas não me apego’’.

Obrigada por me dar o título de idiota-neurótica, de me fazer sentir raiva por gostar tanto de você e não conseguir me livrar do amor que só eu sentia e só eu alimentava. Obrigada por me jurar coisas em uma noite perfeita que tivemos e no outro dia esquecer completamente, isso só me fortaleceu e me fez enxergar que era hora de cair fora.

Obrigada por ser tão criança, por achar que eu te perdoaria todas as vezes que pisou na bola comigo, por pensar que teria todas as chances possíveis e imagináveis, quando na verdade, você foi gastando todas as fichas pouco a pouco e hoje elas são completamente nulas.

Obrigada por me ferir, por estraçalhar meu coração, por rasgar meus planos, por calejar todas as minhas tentativas e por me fazer enxergar que tipos como você, realmente não merecem a mulher incrível que eu sempre fui. 

Obrigada por me mostrar a porta de saída, por dizer que o problema não era comigo (e não era mesmo), que eu merecia mais (e mereço mesmo), e que me deseja sorte e felicidade do fundo do seu coração. No fundo eu até desejo o mesmo, porque cada um oferece o que tem, e talvez você encontre alguém que faça com você, tudo que fez comigo.


Por fim, te agradeço por todas as mesquinharias, por me esconder do mundo, por me procurar quando as outras te davam as costas, por ser egoísta e por tentar me convencer que eu não encontraria ninguém como você. Você tinha razão, jamais encontraria ninguém igual a você, mas alguém melhor que você, está cheio por aí. Obrigada por me tornar tão grata e me fazer agradecer todos os dias a Deus por ter te tirado da minha vida.

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe